Folheando 08: O Fim da Eternidade

Postado por - sexta-feira, abril 17, 2015





Título do Livro: O Fim da Eternidade
Autor: Isaac Asimov
Editora/Tradução: Aleph/Susana Alexandria
Páginas: 256
Ano: 2007
Onde comprar: Livraria Cultura || Saraiva || Submarino || FNAC
Mais informações aqui.




Andrew Harlan é um Eterno: membro da classe dominante do futuro. Seu trabalho é viajar pelos séculos monitorando e alterando realidades, corrigindo assim os erros dos homens. A humanidade estava a salvo. Até que Harlan comete o pior dos pecados: apaixona-se. Tido como um de seus melhores trabalhos, este clássico nos mostra mais uma vez por que Asimov é considerado o grande mestre da ficção científica moderna.






O Fim da Eternidade é uma de muitas obras de Isaac Asimov publicadas pela Editora Aleph aqui no Brasil. A narrativa é em terceira pessoa, onde acompanhamos o protagonista, Andrew Harlan.
A Eternidade é uma empresa que controla o tempo e o futuro da humanidade por meio de mudanças de realidade, a fim de prevenir catástrofes e guerras. Uma coisa que vale ser ressaltada é que no livro, o tempo é uma dimensão da qual os Eternos podem ir e vir. Podem ir do Século 120 para o 2465 sem nenhum problema.
Andrew Harlan é um Técnico da Eternidade, um homem de poucas palavras e que procura dar o seu melhor para a Eternidade. Ele é um dos melhores no que faz até conhecer Noÿs Lambent, uma Tempista (é assim que eles chamam as pessoas que vivem no tempo comum, fora da Eternidade) que começa a trabalhar para a Eternidade. Os Eternos não podem possuir família, com exceção dos mais influentes, que podem fazer um pedido para se unir a outra pessoa. Harlan, ao conhecê-la fica muito surpreso, pois é extremamente raro ver mulheres na Eternidade.


Após isso, Harlan é mandado para uma missão, investigar um Século específico para que uma mudança de realidade seja feita. Porém, ele terá de morar na casa de Noÿs Lambent. Passado algum tempo, ele se apaixona por ela e após alguns eventos ele tem uma iluminação(isso mesmo) e percebe estar fazendo parte de um plano muito maior. Não posso me estender muito pois o livro é bem curto, e um spoiler, por mais simples que ele seja, vai acabar estragando grande parte da experiência.




Como quase todo livro de ficção científica, ele nos apresenta alguns questionamentos muito interessantes. Como, por exemplo, "A evolução só ocorre quando são enfrentadas e superadas as dificuldades? Viver em uma realidade onde só existe a felicidade, onde os problemas estão todos resolvidos tornariam a humanidade melhor?" ou "É aceitável que apenas alguns julguem o que é correto para o destino de todos? É certo que alguém julgue o que é certo e realize mudanças sem o conhecimento dos envolvidos?".









Você também pode gostar de:

0 comentários