Divulgando 05: Limbo e Horror na Colina de Darrington #celebreoqueénosso

Postado por - terça-feira, julho 21, 2015



     É engraçado como algum tempo atrás, antes de criar o blog, eu tinha certeza de que jamais passaria perto de um nacional. Era uma mistura de trauma do Ensino Médio com o fato de já estar acostumada à literatura estrangeira, sabem? Além disso, nunca tive um incentivo legal pra ler livros produzidos em nossa terrinha. Até que criei o blog... Já li nacionais por uma vida inteira e que venham muito mais! Afinal, temos que celebrar o que é nosso, não? No post de hoje você confere Limbo e Horror na Colina de Darrington, dois nacionais que em breve terão resenha por aqui.

LIMBO portfolioLimbo, de Thiago d'Evecque (foto ao lado), foi publicado em 2015 pela Amazon ou Kindle Books em e-book. A revisão é de Ronize Aline e tem 162 páginas. Adquira aqui. Encontre-o: Skoob || Goodreads.





           Eu ainda não li Limbo, então sinceramente não vejo ninguém para falar melhor da obra do que o próprio autor.
Limbo é uma carta de amor, uma grande homenagem às influências que me marcaram. Misturei elementos e referências de videogames, RPGs, HQs, animes, mangás, filmes, séries e livros. De Dragon Ball a Final Fantasy, de Dungeons & Dragons a Matrix, Limbo está repleto de menções e pequenos tributos à cultura nerd. Por exemplo, a primeira frase do livro, “Levanta-te da tua tumba”, é uma singela referência à Altered Beast, game dos anos 1980. O livro é focado na ação e também em um mistério central da trama, onde o protagonista aos poucos vai lembrando de sua identidade. Apesar de possuir início, meio e fim, o enredo não tem uma estrutura convencional — há histórias dentro de histórias, cada capítulo contém um arco e a trama se desenvolve como em uma série, abrindo pontas que só são concluídas no desfecho.
         Isso já é suficiente para deixar qualquer um morto de curiosidade, você deve estar pensando. Não, não. Thiago discorda. Não bastasse esse comentário e a capa linda e maravilhosa (trabalho de Marina Ávila), ainda temos a sinopse e o booktrailer.
O Limbo é para onde todas as almas vão após a morte. Além de humanos, deuses esquecidos e espíritos lendários também vagam pelo plano. Muitas almas sabem exatamente onde estão e por que; a maioria, entretanto, ainda tem a impressão de estar viva. A morte é um hábito difícil de se acostumar.
Um dos espíritos residentes no Limbo acorda sem nenhuma lembrança de sua identidade. Ele descobre que a Terra está prestes a ser destruída pelos próprios humanos e fica encarregado de enviar doze almas heroicas de volta. Elas reencarnarão no plano dos homens e tentarão reverter o quadro apocalíptico.
Contudo, poucas almas encaram o retorno com bons olhos. O espírito deve, então, forçá-las. Armado, de preferência. Assim, resolve visitar um velho amigo: Azazel, anjo ferreiro e primeiro escolhido da lista.
O espírito descobre mais sobre quem realmente é, ouve uma versão completamente diferente sobre a rebelião dos anjos e é presenteado com uma surpresa de péssimo gosto.
LIMBO mistura elementos e referências de videogames, RPGs, HQs, animes, mangás, filmes, séries e livros. De Loveraft a Final Fantasy, é uma homenagem às influências que marcaram o autor.


         E isso é Limbo. Gente, eu estou cheia de expectativas. A capa já o deixa ansioso, daí você se depara com o resto e acompanha as opiniões sobre. É impossível não criar expectativa! Mas aí mora o perigo, certo? Criá-las nunca é legal. Enfim, espero trazer muito em breve a resenha a vocês!



         Se você pensa que iremos sair do clima de filme de terror, está enganado. Agora que vamos para uma obra cujo gênero de fato é o terror: Horror na Colina de Darrington. Não coloquei informações do livro porque ele ainda será lançado em outubro pela Editora Novo Século: a capa ainda nem foi revelada (como se precisássemos de mais mistério!). Isso não significa que é uma obra nova no meio: nada disso, no aplicativo Wattpad conta com mais de 120.000 leituras e é um dos destaques.
         O M. V. Barcelos já disponibilizou, inclusive, um exemplar para sorteio quando o livro lançar. A sinopse me instigou, pois alguns dos livros de terror brasileiros parecem seguir a mesma linha e ter enredo semelhante, enquanto temos Horror na Colina de Darrington que inovou. Além disso, 120.000 leituras não é pra qualquer um, né?
Benjamin Francis Simons tem dezessete anos quando vai para a casa dos tios ajudar a cuidar de sua prima Carla, de 5 anos, após sua tia ter sofrido um derrame. O que Ben não imagina é que a menina seja alvo de uma trama sinistra e diabólica, cujo propósito é a conquista de um poder absoluto e inimaginável. Alternando entre o presente e o passado, com fatos e bastidores da história, Ben narra a terrível temporada que passou na casa dos tios no ano de 2004, na Colina de Darrington, em South Hampton, nos Estados Unidos. Revisita memórias que o atormentam há onze anos, sem descanso, e não sabe o que o espera ao final de seu relato. Apesar de toda sua extraordinária coragem e determinação para salvar sua amada prima, Benjamin é um mero rapaz lutando contra forças que ultrapassam sua compreensão.

         Você pode conhecer logo a obra no Wattpad e curtindo a página do autor no Facebook. Espero trazer em breve a resenha a vocês, embora a faculdade tenha me atrasado de modo geral e eu ainda esteja devendo algumas resenhas. Em breve normalizo tudo, acredito. Até lá: quais outros autores nacionais você recomenda? Quais lançamentos de nossos autores estão deixando você ansioso? Não esqueça: celebre o que é nosso!





Você também pode gostar de:

0 comentários