Folheando 11: Bem-vindos ao Jurassic Park!

Postado por - quarta-feira, julho 29, 2015

Banner via Reboot sua Mente
     Aqui é a Celly, mas a resenha de hoje é do Rafa. Eu o invejo por ter lido! Estou querendo ler Jurassic Park já há algum tempo, mas a minha lista de leituras não me permite. Assisti Jurassic World e não poderia ter gostado mais do filme, mesmo com todas as críticas que fizeram. Espero poder falar dele em breve. Enfim, vamos à resenha!
     Obs: esse post deveria ter saído no último dia 25, mas por algum motivo o Blogspot não postou automaticamente enquanto estive viajando. Desculpem pelo sumiço!

Foto -John Michael CrichtonJurassic ParkJurassic Park, de Michael Crichton (foto ao lado), é um dos lançamentos de 2015 da Editora Aleph. O livro conta com 525 páginas. Saiba mais e compare os preços aqui. Encontre-o: Skoob || Orelha de Livro.




           No livro, somos apresentados a diversos personagens. Dentre eles está John Hammond, um multi-milionário apaixonado por dinossauros e dono de uma empresa que faz estudos sobre genética, a InGen. Além disso, ele patrocina diversas pesquisas em diferentes áreas. Uma delas, por exemplo, é aquela em que os paleontólogos Alan Grant e Ellie Sattler realizam escavações no estado americano de Montana. Ambos estudam lá há anos, pois é um local onde existem diversos ninhos. Além disso, eles enviam fósseis que não podem ser aproveitados para a InGen, onde são triturados. 
           Após anos de pesquisas, a InGen consegue criar dinossauros a partir de DNA retirado de mosquitos que ficaram presos em âmbar. Pra quem não sabe, âmbar é seiva de árvore fossilizada. A partir dessa conquista, John tem a ideia de criar um parque temático em que as principais atrações são dinossauros. Porém para realizar esse feito é necessário uma quantia exorbitante de dinheiro, então ele decide pedir ajuda de investidores. Então conhecemos o advogado do grupo, Gennaro. 
           Após alguns acontecimentos, os investidores estão um pouco desconfiados da situação no parque e decidem que deve ser feita uma inspeção no mesmo. Então, para evitar mais problemas e afirmar que o parque é completamente viável, John chama todos os pesquisadores; além de Alan e Ellie, vão também Gennaro, Dennis Nedry (um especialista em computação) e o matemático Ian Malcolm. Ian é um especialista na teoria do caos: essa teoria diz que sistemas complexos são imprevisíveis e impossíveis de serem controlados. Desde sempre, Ian diz que o parque entrará em colapso e dará errado...
           Após todos chegarem no parque, percebem que John chamou seus netos para passarem o final de semana com ele durante a visita de inspeção. Todos estão fazendo o passeio padrão quando de repente algo dá errado e os T-Rex escapam. A partir daí a história passa a ser uma luta pela sobrevivência em meio a raptores e o famoso T-Rex, enquanto o outro grupo tenta ligar os sistemas de segurança e estabelecer uma ligação com o continente a fim de obter ajuda. Não posso dizer mais, porque acabaria dando spoilers.



           Minha opinião sobre Jurassic Park é: O livro é muito competente em criar um clima de suspense e tensão, você realmente se sente na pele dos personagens. Uma coisa que vale ser citada é que o livro é bem diferente do filme (novidade rs). Um personagem que, apesar de não ser o protagonista, rouba a cena, é Ian Malcolm. O matemático faz questionamentos e afirmações muito interessantes, como por exemplo: "por mais que as situações sejam desfavoráveis, a vida sempre dará um jeito". 
           Sem dúvida esse foi um dos melhores livros de ficção científica que já li. Talvez porque o filme tenha marcado minha infância, mas o livro é realmente excelente: as páginas voam e o autor consegue passar uma imersão muito boa. 


— Após Nedry desligar todos os sistemas de segurança, a fim de ter acesso ao laboratório que continha os embriões para roubá-los e depois vendê-los, os dois T-Rex escapam e atacam o grupo que está no passeio;
— Nedry não consegue chegar à doca para entregar os embriões, pois ele se perde e é atacado por um dilofossauro;
— Timmy, um dos netos de Hammond, é quem consegue religar os sistemas de segurança do parque;
— Hammond sofre um acidente perto de seu bangalô e é morto por um compsognatus;
Ian não resiste aos ferimentos sofridos durante o ataque do T-Rex ao grupo.


Avaliação final:

O ser humano pode tentar controlar a natureza, mas isso nunca ocorrerá, estamos sempre à mercê dela. (Ian Malcolm)


Você também pode gostar de:

0 comentários