Resenha || Eventos Intrigantes da Era da Ferrugem: a HQ brasileira que você precisa conhecer

Postado por - terça-feira, dezembro 06, 2016

“Intrigante, misterioso, sangrento, obscuro... Esses são só alguns dos adjetivos que caracterizam Era da Ferrugem, uma HQ brasileira que você precisa conhecer.”

Se você acha que toda HQ/livro escrita por algum brasileiro é ruim, então reveja seus conceitos. Porque hoje eu preciso compartilhar com você uma coisa chamada Fatos Intrigantes da Era da Ferrugem. Ambientado em um clima obscuro cheio de assassinatos bizarros e acontecimentos medonhos, onde acompanhamos o jovem Piet em busca de respostas para todos os fatos que o interligam de um jeito bem esquisito.
É uma série de webcomics, criada e produzida por Samuel Fonseca e disponibilizado gratuitamente no próprio site da HQ! O mais legal é que o site foi feito especialmente para a HQ, ou seja, não há aquela chatice de aumentar/diminuir a imagem toda a vez que mudar de página. E ainda mais: existe trilha sonora, composições feitas exclusivamente para Era da Ferrugem por Samuel Fonseca, no qual você pode ouvir a música que o protagonista estava ouvindo em certo momento e músicas selecionadas para realmente o fazerem imergir na história. Como comecei a ler HQ’s há pouco tempo, confesso que achei os traços um pouco diferentes pelos quais eu estou acostumada, mas de certa forma os amei. Acredito que combinou muito bem com a história — que, por sua vez, é mais sombria.
Tudo começa quando Piet (nosso protagonista) resolve convidar uma garota para sair e acaba indo a uma festa que ela o chama, um evento que ocorre dentro de uma igreja. Quando por fim ele chega lá, Sophia dá uma grande esnobada no cara, o chamando de seu fã e tudo o mais. Piet fica indignado e triste e, para piorar, descobre que a tal Sophia tem namorado e que ela apenas o usou para fazer ciúme nele. Acontece que o namorado dela é o maior babaca e Piet acaba saindo de lá furioso e entristecido. Nada de mais até aí, não é mesmo? É que as coisas começam a ficar esquisitas depois.
Quando adolescente Piet adorava desenhar, fazer personagens de quadrinhos. Criava vários personagens e aqui damos destaque ao Dark Justice, que acabaria com as pessoas que fazem injustiças e maldades com as outras. O fato é que Piet nunca mostrou tais desenhos, apenas com exceção de seus pais e seus amigos. E então Piet descobre que Sophia e seu namorado foram brutalmente mortos num túnel, postos de cabeça para baixo, nus e com um desenho como background daquilo. E este desenho, leitores, é de Piet.


Imagem 2

O desenho dele estava lá, no meio daquela cena de assassinato, exatamente como Piet o havia desenhado no papel; o Dark Justice. Mas ele tem certeza de que não foi ele quem os matou, ele sabe disso, não sabe? Então como isso foi acontecer? Seus amigos não fariam isso... Não é mesmo? Entretanto, de alguma forma, ele sabe que aquele desenho naquela cena do crime tem alguma coisa a ver com ele. Mas o quê? Piet não sabe, mas tem a total certeza de que vai descobrir.
Conforme os capítulos vão passando, mais mistérios vão surgindo, peças soltas de um quebra-cabeça complexo. Eu não sou tão boa com mistérios, então demorou um bocado para descobrir o que estava acontecendo. O desfecho é incrível, algo inimaginável. Foi algo insano, diferente, surpreendente.

Imagem 3

Vale destaque as músicas compostas por Samuel Fonseca. Algumas casam perfeitamente com as cenas. A minha preferida, sem sombra de dúvidas, é Stained Lineage, que faz o fundo da minha cena favorita em Era da Ferrugem, que eu gosto de chamá-la como “A Libertação em Paper Kup”. Apesar do título não parecer muito atrativo e até meio cômico, garanto a você que quando ler vai entender do que eu estou falando!


É interessante também notarmos o sentimento de Piet nessa busca por respostas. Depois do acontecimento em Paper Kup, ele decai de uma forma bem triste. As ameaças tomam conta da sua mente, aparições o deixam maluco, ele entra em um tornado de sentimentos tristes, onde um levanta o outro, o levando cada vez mais para o fundo do poço.

Imagem 4

Personagens memoráveis, uma trama misteriosa e obscura, uma trilha sonora incrível e cenas icônicas... O que mais você está esperando para ler essa HQ?

Para ler Era da Ferrugem, clique aqui. Boa leitura!

Então, leitores, infelizmente nosso tempo acabou! Mas você pode comentar o achou, se está disposto a ler ou se leu e tem mais alguma ideia para trocar (alguma teoria da conspiração, uh? XD). Um abraço!



 Este post foi escrito por Rebeca Pereira.


Você também pode gostar de:

0 comentários