Top 5 || Momentos Literários de 2016

Postado por - quinta-feira, dezembro 29, 2016


Resolvi aproveitar o clima de retrospectiva que impera nessa época do ano e elencar os meus cinco melhores momentos literários. Inicialmente pensei em livros, mas ao analisar tudo que li, acabei percebendo que a palavra “momento” se enquadraria melhor.
Colocarei a minha lista em ordem alfabética e não de preferência. Já foi difícil escolher cinco, se eu fosse classificá-los ficaria até o final do ano que vem.


A Guerra do Velho

Acredito que o mais surpreendente. Um livro desconhecido de um autor desconhecido (pelo menos para mim). Comprei porque li um pouco sobre ele em grupos do Facebook e principalmente pela frase colocada no lugar da sinopse “No meu aniversário de 75 anos fiz duas coisas: visitei o túmulo da minha esposa, depois entrei para o exército”. Como que um velho vai para a guerra? Precisava saber a resposta e embarquei na leitura. O livro também marcou minha entrada na ficção científica, gênero que estou amando cada vez mais.
Meta de 2017: me aprofundar na ficção científica.

Harry Potter

Na primeira vez que li Harry Potter, apenas os dois primeiros volumes haviam sido publicados no Brasil, depois tive que esperar o lançamento do restante das obras para continuar a leitura. Se não me falha a memória o intervalo entre um livro e outro foi mais ou menos de um ano. Em 2016, pela primeira vez resolvi fazer uma releitura e a saga escolhida foi Harry Potter. Descobri que a história continua sensacional e que fazer releituras é algo muito prazeroso.
Meta de 2017: reler outros livros.

O Poço da Ascensão

Quando li O Império Final, 1º livro da trilogia (confira uma resenha no Me Livrando aqui), confesso que fiquei um pouco decepcionado. Existia tanto hype em cima do livro, todo mundo falando bemm “o melhor livro de fantasia dos últimos tempos”. Ler com a expectativa alta pode estragar a leitura. O tempo passou, o hype abaixou e resolvi dar continuidade na história. Não conseguia desgrudar os olhos das páginas, os personagens me fisgaram e devorei o livro. Que história sensacional.
Meta de 2017: ler O Herói das Eras (3º livro da trilogia).

República dos Ladrões

Terceiro livro da série Nobres Vigaristas que continuou a história do Locke e sua companhia. Trouxe velhos conhecidos e apresentou novos.
Eu diria que essa saga é uma mistura de Tarantino com Guy Ritche em um mundo de fantasia medieval. O leitor não sabe quem fala a verdade, quem é o verdadeiro inimigo ou quem é o mais filho da puta de todos. Sem contar que a série possui um dos personagens mais memoráveis que já conheci. Locke Lamora.
Meta de 2017: rezar para que o autor lance logo o quarto livro.


O Trono Vazio

Em 2015 eu li os sete primeiros livros das Crônicas Saxônicas. Comecei 2016 na expectativa de saber como que Bernard Cornwell desenvolveria a saga de Uhtred. Fiquei receoso da história cair em um marasmo repetitivo e de virar enrolação. Para a minha felicidade os meus medos se mostraram infundados. Em O Trono Vazio, Uhtred continua hilário e um verdadeiro gênio militar, as batalhas continuam sendo descritas com uma vivacidade única e a trama toma rumos ainda não explorados. Wyrd bið ful aræd.
Meta de 2017: continuar acompanhando Uhtred até que alcance seu objetivo.
E para vocês, quais foram os cinco momentos literários que marcaram 2016? Quais as metas para 2017?


 Este post foi escrito por Alex Almeida da Silva.


Você também pode gostar de:

0 comentários