Resenha || Sobre a série Os Treze Porquês

Postado por - domingo, abril 09, 2017

Os Treze Porquês

Resultado de imagem para 13 reasons why
  Título da Série: Os Treze Porquês/Thirteen Reasons Why
  Criador: Brian Yorkey
  Emissora original: Netflix
  Episódios: 13 (1ª temporada)
  Estreia: 31 de março 2017
  Adaptação da obra Os Treze Porquês de Jay Asher.


Sinopse “Baseada no best-seller de Jay Asher, a série original Netflix 13 Reasons Why acompanha Clay Jensen que, ao voltar da escola, encontra uma caixa misteriosa com seu nome na porta de casa. Dentro dela, ele encontra fitas-cassetes gravadas por Hanna Baker - sua colega de classe e paixão secreta - que cometera suicídio duas semanas antes. Nas fitas, Hanna explica as treze razões que a levaram à decisão de acabar com a própria vida. Será que Clay foi uma delas?” 
Eu não sou o único viajante
Que não reembolsou a sua dívida
Eu tenho procurado por uma trilha para seguir novamente

Qual o motivo do tamanho sucesso da série? O que ela tem para causar tanto impacto na internet?
Roteiro excelente, direção e edição sensacionais, atuações primorosas e uma ótima trilha sonora se fazem presentes, mas o ingrediente especial que a torna única é o fato de abordar um tema que atinge milhares de pessoas ao redor do mundo: o bullying.
A trama gira em torno de uma escola de ensino médio dos EUA e começa com o personagem Clay Jensen lidando com o suicídio de uma colega de escola, Hannah Baker. Ao chegar em casa, Clay encontra uma caixa com sete fitas cassete gravadas por Hannah e que narram os 13 porquês de ela ter se suicidado, sendo que cada motivo foi causado por uma pessoa da escola. Ao todo, 13 indivíduos contribuíram para o suicídio de Hannah, incluindo o co-protagonista Clay Jensen. Confesso que quando vi a sinopse não fiquei muito empolgado e a razão foi o núcleo adolescente da série, logo de cara já pensei nas crises existenciais estereotipadas que vemos em Malhação. Resolvi deixar meu preconceito de lado e ver o primeiro episódio; descobri que não poderia estar mais errado e não consegui parar de ver a série. E quando não a estava vendo, me peguei pensando nela, simplesmente não saía da cabeça.
Vale ressaltar que a série é uma adaptação do livro Os 13 Porquês do autor Jay Asher. Como não li o livro não abordarei a questão da adaptação e diferenças entre as duas mídias.


Leve-me de volta para a noite que nos conhecemos
E então eu posso dizer a mim mesmo
O que diabos eu tenho que fazer
E então eu posso dizer a mim mesmo
Não andar junto com você

Resultado de imagem para thirteen reasons why serie

O motivo de Hannah ter gravado as fitas é para que todos os responsáveis soubessem o que eles causaram. Com a aparência inicial de um jogo, ela entregou cópias dessas fitas para uma pessoa de sua confiança e as fitas originais para o primeiro responsável que deveria ouvir e passar para o segundo responsável, o segundo ouviria e passaria para o terceiro, assim por diante até completar os treze. Caso alguém da lista se recusasse a ouvir ou a passar adiante as fitas, a pessoa de confiança da Hannah entregaria os áudios para as autoridades. Com medo de serem expostos, todos os indivíduos que recebem as fitas as escutam até que elas chegam ao Clay.
A história é contada por dois pontos de vista narrativos, Hannah mostra o passado e Clay o presente. As edições dos episódios deixaram a alternância temporal perfeita, a troca entre os ponto de vista ficou fluída e nítida, o passado conversa com o presente e aos pouco vamos desvendando a complexidade dos personagens, não só dos protagonistas, mas dos coadjuvantes também. No primeiro episódio odiamos um dos alunos, no final já não temos certeza sobre o que sentir sobre ele. Os personagens são cinzas.

Resultado de imagem para thirteen reasons why serie

Eu tinha tudo e, em seguida, a maioria de vocês
Alguns e agora nenhum de vocês
Leve-me de volta para a noite que nos conhecemos


O bullying é uma recusa ao diferente, consequência da incapacidade em lidar com o diverso e inexistência do respeito. Através do bullying, a escola reflete aquilo que existe de errado em nossa sociedade. Por retratá-lo, consequentemente a série aborda temas delicados e difíceis de serem trabalhados em uma história, como suicídio, violência, assédio sexual, entre outros. Nada é romanceado e nenhum tema está ali por acaso, tudo contribui para a trama e aqui vemos outro acerto primoroso.
Mais do que um excelente entretenimento para maratonarmos, Os 13 Porquês é uma série de que precisamos, a faísca para incendiar uma discussão necessária. Muito se fala, mas pouco se faz para impedir o bullying nas escolas. A série é uma ficção que se enquadra perfeitamente em nossa realidade, constantemente vemos notícias desastrosas cujo plano de fundo é o bullying e de uma forma ou de outra todos já fomos atingidos pelas agressões na época da escola, seja como vítimas, como agressores ou como passivos (aqueles que veem as agressões, mas nada fazem).

Clay Jensen e Hannah Baker


Eu não sei o que eu tenho que fazer
Assombrado pelo fantasma de você
Leve-me de volta para a noite que nos conhecemos
 Quando a noite estava cheia de terrores
 E seus olhos estavam cheios de lágrimas
 Quando você não tinha me tocado ainda
 Leve-me de volta para a noite que nos conhecemos

Espero que a série dê força para aqueles que sofrem lutar contra o bullying. Que conscientize os agressores sobre as consequências de suas agressões. Que impulsione as vítimas passivas a agirem. Bullying não é uma brincadeira normal de alunos, ele é diferente daquela zoação comum e Os 13 Porquês mostra muito bem isso.
A série possui alguns gatilhos emocionais como suicídio, depressão, violência e assédio sexual, incluindo estupro. Caso você seja sensível a algum desses gatilhos ou se não se encontra em um momento emocional e psicológico muito bom, eu não recomendo assisti-la.
As frases espalhadas ao longo do texto é de uma música da trilha sonora da série, The Night We Met da banda Lord Huron [https://www.youtube.com/watch?v=bNgUyJTuA0].

Resultado de imagem para 13 reasons why

Como denunciar o bullying? 
Além de conversar com os pais e profissionais da escola, existe um serviço de denúncia via telefone pelo Disque-100. Mais informações pelo site http://www.disque100.gov.br/ 
Depois do lançamento da série, o CVV (Centro de Valorização da Vida) registrou um aumento de 100% na procura de apoio. Você pode entrar em contato através via e-mail, chat, Skype, endereço (só procurar no Google por um Centro na sua cidade) ou telefone – 141. Qualquer dúvida só acessar o site http://www.cvv.org.br/.
Alguns sites para se informar melhor sobre o assunto: http://www.bullyingnaoebrincadeira.com.br/ e http://www.bullyingcyberbullying.com.br/


Este post foi escrito por Alex Almeida da Silva.


Você também pode gostar de:

0 comentários